Ponho na altiva mente o fixo esforço, Poema Ricardo Reis (Fernando Pessoa)

0Shares

Ponho na altiva mente o fixo esforço

Ponho na altiva mente o fixo esforço
Da altura, e à sorte deixo,
E as suas leis, o verso;
Que, quando é alto e régio o pensamento,
Súbdita a frase o busca
E o scravo ritmo o serve.

Texto publicado por Fernando Pessoa na primeira edição da revista Athena, outubro de 1924, p. 19-24.

 

   

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.