Saiba com Escolher um Curso à Distância de Maneira Correta

12Shares

Erick Silva, jornalista

 

Os cursos online vieram para ficar. Fato. Um dos motivos é bem simples: trata-se de uma modalidade muito prática e, às vezes, muito econômica de ensino.

     

Os números também comprovam esse sucesso. De acordo com o último Censo EAD, foram oferecidos 25.166 cursos online, entre as instituições analisadas, onde, destes, 79% foram de cursos livres comercializados.

Ou seja, essa modalidade de ensino rapidamente se tornou uma excelente alternativa nesses tempos de crise. Tempos esses, meus caros, onde o diferencial é muito importante para a vida profissional, algo exigido por muitas empresas por aí.

O único porém é que cursos online aparecem aos montes, e, às vezes, são tantas opções, que fica difícil escolher qual fazer, e é aí que pode morar o perigo.

Em suma: não basta se inscrever num desses cursos; é preciso escolher muito bem qual fazer, e em qual instituição. Caso contrário, você estará embarcando em uma grande perda de tempo, já que fazer um curso sem qualidade implica ter que fazer outro que supra essa lacuna.

Mas, não se preocupe, pois, o MEC avalia cursos à distância com o mesmo cuidado que avalia cursos presenciais. E, essa apreciação se dá, caso você não saiba, através de três critérios.

O primeiro deles é o Conceito Preliminar do Curso (CPC). Nesse tipo de avaliação, o ministério avalia o quadro de professores, bem como a infraestrutura e os recursos didático-pedagógicos da instituição que está sendo analisada.

Através desse critério, é levado em consideração os resultados obtidos no Enade. E, o que isso significa? Que a avaliação também é feita de acordo com o desempenho dos alunos. Notas de 1 e 2 são consideradas insatisfatórias. Já uma nota entre 3 e 5, é considerada positiva.
Bom ficar de olho nessas notas quando for escolher qual curso fazer.

Já, o segundo critério usado pelo MEC é o Conceito do Curso (CC). Neste aqui, temos uma avaliação presencial do curso, feita por uma equipe do próprio Ministério da Educação.

A avaliação se foca em quatros questões bem específica, que são: pedagógica, docente, infraestrutura e atendimento aos requisitos legais e normativos.

Por fim, temos a terceira avaliação do MEC, que se dá pelo critério do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade).

E, o que é isso? Bem, na verdade, é um exame realizado por estudantes do primeiro e do último ano do curso, e que avalia o rendimento deles em relação às suas habilidades e competências.

É bom deixar claro que todas as avaliações feitas pelo MEC são de informação pública, e podem ser consultadas livremente, via Internet.

Quer saber como acessar esses dados? Então, siga os passos a seguir…

1º Acesse o site e-mec .

2º Depois vá à opção “Consulta Avançada”.

3º Onde tem “Buscar por“, clique em Curso de Graduação. No campo localizado logo abaixo, digite o nome do curso.

4º Em UF, escolha o seu Estado.

5º Escolha a modalidade “À distância”.

6º Clicando em “Pesquisar“, aparecerá uma lista com os resultados.

Pronto.

A lista mostrada estará relacionada diretamente com as características do curso que você selecionou anteriormente.

Nessa lista, constará a situação do curso com relação ao MEC, bem como as notas relacionadas com os três critérios citados neste texto.

Lembrando que, eventualmente, a informação referente ao curso pode vir com um traço (-), o que significa que aquele curso específico ainda não foi avaliado pelo Ministério da Educação.

Muito simples, não?

Como se pode perceber, escolher um curso à distância, online, requer alguns critérios básicos, principalmente, se você quer fazer algo mais estruturado.

Agora que você já sabe disso, é só escolher o curso que melhor se encaixa às suas necessidades, e começar uma nova especialização com todo o gás.

 

12Shares
   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *